CONFEDERAÇÃO NACIONAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E DOS EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS

NOTÍCIA

Ministério público recomenda que bancos emprestem às micro e pequenas empresas

A notícia está no portal NSC Total. A Fampesc, a Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado de Santa Catarina, acionou o Ministério Público, em razão das dificuldades das empresas de acessar o crédito e outros problemas que têm enfrentado, nos bancos, que dificultam as operações.

Segundo o portal, houve uma melhora, mas as dificuldades para conseguir crédito continuam.O procurador-geral do MPSC, Fernado Comin (foto), ouviu as queixas e recomendou que bancos emprestem às empresas do segmento. 

O alerta levado pela Fampesc ao MPSC se refere à demora e restrições por parte de bancos para liberar recursos dentro do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronanmpe). O objetivo é oferecer capital de giro para o segmento sobreviver diante dos impactos negativos da pandemia. 

O procurador-geral discutiu o assunto com representantes do Centro de Apoio Operacional do Consumidor e da 29ª Promotoria de Justiça de Florianópolis. A promotoria abriu inquérito civil n. 06.2020.00002842-9 e enviou recomendação aos bancos Bradesco, Itaú e Banco do Brasil para que cumpram o que determina a lei do programa. O objetivo é que o dinheiro chegue a quem interessa, isto é, aos empreendedores afetados pela crise do novo coronavírus.

A baixa oferta de crédito às pequenas empresas é uma das maiores preocupações de parte dos economistas e analistas de mercado durante essa crise da pandemia. Isso porque se o país deixar milhares de micro e pequenas empresas morrer, será muito mais difícil retomar o crescimento econômico no ritmo desejado quando a crise da pandemia passar.

Outro grave problema agora é a falta de recursos do Pronampe. Muitos bancos já emprestaram toda a cota disponível. O presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, tem sugerido que parte dos recursos destinados a crédito para folha de pagamento sejam incorporados ao Pronampe.

O valor garantido pelo governo, de R$ 15,9 bilhões, é extremamente reduzido diante do número de micro e pequenas empresas no país e as suas necessidades emergenciais de capital de giro para sobreviver. 

 

Com texto do NSC Total, Estela Benetti, complementado por Diniz Neto/Conampe.

Conampe: imprensa@conampe.org.br
Diniz Neto

A CONAMPE organiza e promove seminários, congressos e outras atividades de ajuntamento e mobilização empresarial em prol das micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais no Brasil.
FALE CONOSCO
CURITIBA
R. Padre Anchieta, 2050 - Salas 606 e 711
Bigorrilho - CEP 80730-000 - Curitiba - PR
BRASÍLIA
SHCS CR Quadra 502 - Bloco C - Loja 37
Asa Sul Brasília /DF - Tel. (61) 3246-9297
SIGA NAS REDES