CONFEDERAÇÃO NACIONAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E DOS EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS

NOTÍCIA

O convênio “Comércio Total” foi assinado durante o 14° Enampe

Pequenos empreendedores de regiões do Espírito Santo com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) serão alvo de uma verdadeira força-tarefa para que o segmento de micro e pequenos negócios gere trabalho e renda, fortalecendo a economia desses locais. O convênio para a política de incentivos “Comércio Total” foi assinado nesta sexta-feira (05) durante o 14º Encontro Nacional de Micro e Pequenos Empresários (Enampe), em Cariacica.

O investimento de R$ 2.208.163,65 foi assinado pelo Governador do Estado Renato Casagrande (PSB), pelo presidente da Agência de Desenvolvimento em Rede do Espírito Santo (Aderes), Pedro Gilson Rigo, e pelo diretor-superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado (Sebrae-ES), José Eugênio Vieira. A meta é capacitar 8,6 mil empreendedores até o final de 2012, principalmente no interior do Espírito Santo.

“Os micro e pequenos negócios são fundamentais para a sustentação da economia do Espírito Santo e não poderíamos adotar comportamento diferente. Faz parte da nossa história o incentivo a esse segmento e, para isso, deve haver um esforço de todas as secretarias e órgãos do Governo”, frisou Casagrande.

O “Comércio Total” vai levar consultores de empresas a 26 municípios capixabas – a começar por Pancas, ainda neste mês de agosto -, associando palestras e orientações práticas de consolidação dos pequenos empreendimentos. “Entre as orientações estão o estudo do mercado local, lições sobre visual de lojas e controle de preços”, contou Rigo.

“O benefício é total. É um projeto de capacitação de micro e pequenos empreendedores nas regiões em que eles atuam. Nós vamos até o interior, sem que eles precisem vir a Vitória. Ficaremos uma semana nesses locais, elaborando um plano de negócios para eles e prestando consultorias”, destacou Rigo.

O 14º Enampe reuniu cerca de 1,3 mil pessoas entre micro e pequenos empresários de várias partes do país e membros dos Poderes Executivo e Legislativo do Espírito Santo, além de lideranças nacionais e locais de entidades que representam as pequenas empresas.

Enampe abriu espaço para estados discutirem implementação da Lei Geral que beneficia micro e pequenos empresários.

Os micro e pequenos empresários do Espírito Santo e de todo o Brasil tiveram uma boa oportunidade para discutir o atual cenário deste segmento que emprega cerca de 70% de toda a mão de obra do Estado. Nesta sexta-feira (05), lideranças nacionais e locais de entidades que representam as Micro e Pequenas Empresas (MPE) e os Empreendedores Individuais (EI), além de representantes do governo e empresários estiveram em Cariacica para o 14° Encontro Nacional das Micro e Pequenas Empresas (Enampe), realizado pela quarta vez no território capixaba.

Na programação do Enampe esteve em pauta a discussão sobre a importância da implementação da Lei 123/2006 nos Estados, conhecida como Lei Geral das Micro e Pequenas e que determina tratamento diferenciado aos pequenos negócios, especialmente no que se refere à tributação e acesso ao crédito.

O Espírito Santo foi o primeiro estado do país a ter aprovada em 100% dos municípios a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas e se tornou referência nacional, como salienta o diretor-técnico da Federação das Entidades de Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Femicro-ES), Valdemar Fonseca dos Santos. “O Espírito Santo tem se destacado no Brasil como estado empreendedor porque tem adotado políticas públicas para fortalecimento do pequeno negócio. Essa atuação tem chamado a atenção dos movimentos nacionais e essa visibilidade não é à toa. É porque se trata de uma área da economia que dá muita sustentabilidade ao Brasil, gerando, além de crescimento econômico, desenvolvimento social”, destaca.

O 14ª Enampe aconteceu no Society Gauchão, em Cariacica, e reuniu mais de 1,3 mil pessoas.

A CONAMPE organiza e promove seminários, congressos e outras atividades de ajuntamento e mobilização empresarial em prol das micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais no Brasil.
FALE CONOSCO
CURITIBA
R. Padre Anchieta, 2050 - Salas 606 e 711
Bigorrilho - CEP 80730-000 - Curitiba - PR
BRASÍLIA
SHCS CR Quadra 502 - Bloco C - Loja 37
Asa Sul Brasília /DF - Tel. (61) 3246-9297
SIGA NAS REDES