CONFEDERAÇÃO NACIONAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E DOS EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS

NOTÍCIA

O raio-X dos micro e pequenos negócios

Responsáveis por gerar empregos para mais de 1,2 milhão de capixabas, as micro e pequenas empresas vêm se destacando a cada ano como segmento essencial para o desempenho econômico do Espírito Santo e também como importante mecanismo de desenvolvimento social. No Estado, elas absorvem 60% dos trabalhadores que têm até 29 anos e têm ainda 10% da mão de obra composta por pessoas entre 40 e 60 anos.

Para que o setor permaneça produzindo bons números às economias capixaba e brasileira, lideranças nacionais e locais de entidades que representam os micro e pequenos negócios, além de representantes do governo e empresários, estiveram reunidos em Cariacica no dia 05 de agosto, para o 14° Encontro Nacional das Micro e Pequenas Empresas (Enampe). Na ocasião, foram discutidos meios de fortalecimento do setor e apresentadas experiências que obtiveram bons resultados no país.

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, mostram que nos seis primeiros meses de 2011, foram empregadas 851.310 pessoas com carteira de trabalho assinada nas micro e pequenas empresas do país.

Os significativos números do setor têm atraído as atenções de governos nas esferas municipal, estadual e federal para implementação de políticas para o ramo.

“As pequenas empresas formam estrutura de sustentabilidade econômica tanto no aspecto social quanto no produtivo. As grandes empresas necessitam das menores para prestação de serviços, transporte de mercadorias e geração de mão de obra. As pequenas não geram volume de impostos, mas são diretamente responsáveis pela geração de imposto das empresas médias e grandes”, explica o diretor-técnico da Federação das Entidades de Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Femicro-ES), Valdemar Fonseca de Souza.

No período da crise econômica mundial, enquanto os médios e grandes negócios demitiram cerca de 150 mil pessoas em todo o país, os pequenos contrataram mais de 1 milhão de trabalhadores, mostram os dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para os especialistas, foram as micro e pequenas empresas que fizeram com que a crise tivesse impacto menor na economia.

A CONAMPE organiza e promove seminários, congressos e outras atividades de ajuntamento e mobilização empresarial em prol das micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais no Brasil.
FALE CONOSCO
CURITIBA
R. Padre Anchieta, 2050 - Salas 606 e 711
Bigorrilho - CEP 80730-000 - Curitiba - PR
BRASÍLIA
SHCS CR Quadra 502 - Bloco C - Loja 37
Asa Sul Brasília /DF - Tel. (61) 3246-9297
SIGA NAS REDES