CONFEDERAÇÃO NACIONAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E DOS EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS

NOTÍCIA

Peras do Nordeste à venda no Rio Grande do Sul

Com tecnologia, tudo é possível na agricultura, independentemente da qualidade da terra

Novos mercados. Essa é uma das metas principais das micro e pequenas empresas. Com tecnologia, barreiras podem ser derrubadas. Este será um dos temas principais do 1º Emampe, evento que reunirá cerca de 180 empreendedores, gestores e líderes empresarias e de entidades e representantes institucionais do projeto como Sebrae, Banco do Nordeste do Brasil – BNB, Governo Federal e Assembleia Legislativa. Na programação, Associativismo 4.0 para acesso a novos mercados, sustentabilidade econômica e social, gestão de negócios e resultados, a nova Previdência, marco legal das ONGs e Oscips, educação financeira e cases de sucesso, elaboração de projeto e captação de recursos, políticas públicas para MPEs, interlocução com órgãos de governo e ética e cidadania para empreendedores.
O exemplo dos novos mercados para as peras produzidas no Nordeste é um dos casos de sucesso. Graças à Embrapa, estão sendo colhidas e transportadas para o mercado consumidor do Rio Grande do Sul peras produzidas no Polo de Fruticultura de Petrolina (PE) – em pleno semiárido nordestino.
Até agora, a pera era uma fruta de clima temperado, cultivada em áreas de clima frio, como o da geografia gaúcha.
“Era! Não é mais”, escreveu Egidio Serpa, no Diário do Nordeste. O presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, concorda, afirmando que “nosso país tem uma capacidade de produção incrível!” 

A pera – “Graças à mais alta tecnologia da Embrapa Semiárido, desenvolvida no Nordeste – no Ceará, também – pelo seu pesquisador doutor Paulo Roberto Coelho Lopes, já é cultivada sob clima tropical, contrariando as mais antigas crenças”, relata Serpa.
Ele prossegue: “Seu trabalho, iniciado há 10 anos, celebra hoje o êxito que era só dúvida quando ele foi iniciado há 10 anos, apoiado por recursos liberados pelo BNB-Etene-Fundeci, na época gerenciado pelo agrônomo cearense José Maria Marques de Carvalho, que acreditou no projeto”.
“Não só pera o semiárido pode produzir, mas também maçã e caqui, o que já acontece em áreas irrigadas no mesmo Polo de Petrolina”.
“No Ceará, na serra da Ibiapaba e na Chapada do Apodi, as pesquisas do doutor Paulo Roberto já registram resultados positivos no cultivo do cacau – este colunista já comeu chocolate produzido do cacau cearense, e gostou”.
Egídio Serpa afirma ainda: “Se a política e a ideologia socialista não atrapalharem, a produção de frutas temperadas no Nordeste crescerá no curto prazo”.

Inclusão Digital – Edivaldo Nunes, presidente da Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas do Ceará (FAMPEC CE), entidade que organiza, em parceria com a Conampe, o 1º Emampe Meropolitano Fortaleza, dias 30 e 31 de janeiro, no auditório da Casa de José de Alencar, destaca o lançamento do projeto nacional da Conampe, em convênio com o Sebrae, “Associativismo 4.0 para acesso a mercados”. Fortaleza será a primeira capital do Brasil a receber o projeto que tem como objetivos “promover a modernização das empresas via inovação, digitalização e capacitações gerenciais; promover a inclusão digital dos empreendedores individuais e de micro e pequenas empresas por meio da capacitação em gestão empresarial, eficiência no acesso a mercados nacional e internacional e organização da demanda”.
Participarão da capacitação, em dez estados brasileiros, lideranças e gestores das entidades de representação exclusiva da micro e pequenas empresas pertencentes ao Sistema Conampe, com ênfase em negócios e sustentabilidade financeira, utilizando com a utilização de ferramentas tradicionais e digitais.
Edivaldo Nunes receberá para o evento o presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, e a equipe de consultores do projeto “Associativismo 4.0”. Ressalta a oportunidade e a importância de Fortaleza ser a primeira cidade brasileira a receber o projeto, voltado a qualificar e preparar as micro e pequenas empresas para acesso a novos mercados, no país e no exterior. 

SERVIÇO: 
1º EMAMPE Metropolitano Fortaleza – Encontro Metropolitano de Gestores de Associações e Grupos Produtivos de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais.
Dias: 30 e 31 de janeiro de 2020, das 8h às 17h.
Local: Auditório da Casa de José de Alencar (Av. Washington Soares, 6055 – José de Alencar, Fortaleza/CE)
Inscrições gratuitas e limitadas.

Informações: (85) 3122.7222 e producao@w10producoes.com.br

Realização: Conampe e Fampec Ceará.
Patrocínio: Governo Federal, Banco do Noroeste, Formma Contábil, Fortes Tecnologia, Elore Tecnologia em Educação e INDES.
Apoio: Sebrae, Ampec Metropolitana Fortaleza, Ampejw, Cidade de José de Alencar (CJA) e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA – DÉGAGÉ – Fortaleza
Jornalistas Responsáveis: Eugênia Nogueira e Sônia Lage
Atendimento à imprensa: Sônia Lage e Lívia Manzolillo
(85) 3252.5401 |(85) 98736.4636 | (85) 98902.6992
degage@degage.com.br | www.degage.com.br

IMPRENSA CONAMPE
Diniz Neto – (44) 99122 8715 – imprensa@conampe.org.br   

A CONAMPE organiza e promove seminários, congressos e outras atividades de ajuntamento e mobilização empresarial em prol das micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais no Brasil.
FALE CONOSCO
CURITIBA
R. Padre Anchieta, 2050 - Salas 606 e 711
Bigorrilho - CEP 80730-000 - Curitiba - PR
BRASÍLIA
SHCS CR Quadra 502 - Bloco C - Loja 37
Asa Sul Brasília /DF - Tel. (61) 3246-9297
SIGA NAS REDES